1º de Maio: Dia do Trabalho

1º de Maio e o COVID-19: celebrações diferentes e reflexões marcam essa data histórica

Posted by

O “Dia do Trabalho” ou “Dia do Trabalhador” é celebrado em vários países no dia 1º de maio. Na maioria deles a data é considerada feriado nacional, como também é o caso do Brasil. A partir de agora, você confere como surgiu essa celebração, algumas curiosidades e como o COVID-19 transformou as comemorações mundiais. Vamos lá?

A data do 1º de Maio está relacionada com eventos ocorridos na cidade de Chicago, nos Estados Unidos, no ano de 1886, quando trabalhadores fizeram uma manifestação reivindicando melhorias nas condições de trabalho. No mesmo dia, houve também uma paralisação no país, e o episódio ficou conhecido como “Revolta de Haymarket”.

1º de Maio: data tem relação com os eventos ocorridos em Chicago, EUA, no ano de 1886

O 1º de maio pelo mundo

Na França, a data só se tornou feriado em 1919. Já na Rússia, a data foi reconhecida como feriado nacional um ano depois, em 1920. Porém, o dia reservado à manutenção e ampliação das conquistas trabalhistas e melhores condições de vida é celebrado em datas diferentes em países como a Austrália, em que o dia de celebração varia de acordo com a região.

“Labor Day” ou “Labour Day”

O “Labor Day” nos Estados Unidos e o “Labour Day” no Canadá são comemorados sempre na primeira segunda-feira do mês de setembro. A mudança no dia da comemoração aconteceu em 1887, quando o então presidente americano Grover Cleveland tomou a decisão de transferir a data para setembro para que os tumultos relacionados ao evento em Chicago não fossem lembrados.

Esse é um dos feriados mais tradicionais nos Estados Unidos. Em muitas cidades o “Labor Day” é celebrado com festas, desfiles, piqueniques e até eventos esportivos, onde as comunidades organizam as festas por conta própria.

“Labor Day”: um dos feriados mais tradicionais dos Estados Unidos

O Dia do Trabalho no Brasil

Vendo o crescimento das celebrações em outros cantos do mundo, o então presidente do Brasil, Arthur Bernardes, decidiu decretar o dia 1º de Maio como feriado do Dia do Trabalho em 1924. No entanto, a data só foi consolidada no ano seguinte, em 1925. Dessa forma, desde então, o 1º de Maio passou a ser feriado nacional.

O COVID-19 e as comemorações do 1º de Maio no Brasil e no mundo

Mas, e como ficarão as comemorações do 1º de Maio no Brasil e ao redor do mundo sem os tradicionais atos do Dia do Trabalho? As formas de mobilização serão exclusivamente virtuais, com os movimentos “invadindo” as redes sociais. Além disso, em um momento de distanciamento social como esse que estamos vivendo atualmente, é muito importante ressaltar e refletir sobre o papel fundamental dos trabalhadores essenciais como os profissionais da saúde, empregados dos supermercados, garis e profissionais das indústrias, que colocam a própria vida em risco pelo bem de toda a população.

No cenário atual, essa data se torna ainda mais importante no contexto histórico mundial. Esperamos que você tenha gostado dessa “viagem no tempo”. Para mais descobertas, pensamentos e reflexões nos siga no Instagram e LinkedIn. Até a próxima!